Dólar tem maior queda diária em dois anos e vale R$ 5,21 - NOVO HORIZONTE NOTICIAS - O SEU PORTAL DE NOTICIAS

Últimas Noticias

SEJA TODOS BEM VINDOS AO @NOVOHORIZONTENOTICIAS

Post Top Ad

Siga no Facebook @NOVOHORIZONTENOTICIAS

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Dólar tem maior queda diária em dois anos e vale R$ 5,21


O dólar sofreu massivas vendas no mercado brasileiro nesta terça-feira (2) que o levaram à maior queda diária em dois anos, em meio a um dia de perdas generalizadas para a divisa norte-americana diante de otimismo quanto à recuperação da economia mundial pós-pandemia.


Na sessão, a moeda norte-americana fechou em queda de 3,23% ante o real, a R$ 5,2104. A movimentação fez com que o real liderasse, com folga, os ganhos entre as principais moedas.

É a mais forte desvalorização percentual diária desde 8 de junho de 2018 (-5,59%) e o menor patamar de encerramento desde 14 de abril de 2020 (R$ 5,1906).

A cotação operou em queda ao longo de toda esta terça-feira. Na mínima, tocou R$ 5,2046 (-3,34%) e, na máxima, marcou R$ 5,3404 (-0,82%).

Analistas afirmaram que a boa performance do real decorreu ainda de fatores técnicos, com operadores correndo para desfazer de posições negativas no câmbio brasileiro, construídas praticamente desde o início do ano.

"O real estava atrasado ante seus pares. E ainda está. Então não me surpreenderia de ver [o dólar] testar os R$ 5", disse Bernardo Zerbini, um dos responsáveis pela estratégia da gestão macro da gestora AZ Quest.

"Oitenta por cento do movimento recente [de apreciação do real] é externo. Mas o Brasil é um país que tem dificuldade em atrair investimentos e terá de se provar à frente e recuperar o crescimento depois da queda brutal na atividade neste ano", afirmou Zerbini. "O Brasil tem performado bem recentemente por questão de valuation (preço), não por percepção de que as coisas vão andar e que o país vai crescer", finalizou.

Copyright © Thomson Reuters.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Contato (69) 98431-0154